Acessibilidade: A+ A() A-

 Notícias  Fique por dentro das novidades na CAESA

Governo destaca investimentos para a melhoria do fornecimento de água no AP

Por: Cássio Albuquerque - 27/03/2018 - 10:10:05

Obra da ampliação da Estação de Tratamento de Água Metropolitana está 90% concluída e será entregue em maio

Obra da ampliação da Estação de Tratamento de Água Metropolitana está 90% concluída e será entregue em maio

Para aumentar a cobertura de água tratada à população amapaense, o Governo do Amapá tem atuado em obras, projetos e firmando parcerias com as prefeituras para a melhoria do serviço na capital e nos demais municípios. São trabalhos que estão sendo planejados a curto, médio e longo prazo. Nesta quinta-feira, 22, data em que é celebrado o Dia Mundial da Água, a Companhia de Água e Esgoto (Caesa) anunciou para o mês de maio, a entrega da obra de ampliação da Estação de Tratamento de Água Metropolitana (ETAM).

Esta obra consiste na construção de um terceiro módulo de tratamento na área da estação e do reservatório semi-enterrado de 10.000 metros cúbicos, acoplados à Estação Elevatória de Água Tratada (EEAT). Esta nova estrutura estará ligada ao Centro de Reservação Felicidade, na Zona Norte, que também está sendo ampliado.

Os empreendimentos estão orçados em R$ 19 milhões, oriundos do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), do governo federal, e de contrapartida do Governo do Amapá.

Ambas as obras estão 90% concluídas e permitirão o aumento na armazenagem do líquido, que atualmente é de 6 milhões de litroes, para 26 milhões de litros, melhorando a qualidade da distribuição de água em pelo menos 26 bairros da capital. A obra do centro na Zona Norte tem previsão de entrega para junho.

“Renascer, Pantanal, Infraero I e II são bairros, por exemplo, que precisam de uma melhor distribuição para atender um maior número de pessoas, pois nossa a vazão atual não permite. A partir destas duas importantes obras, isso se tornará possível”, disse o diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás.

O gestor também destacou que a Caesa trabalha no planejamento para outra importante obra para os próximos dois anos.  Trata-se da ampliação da rede de distribuição para a Zona Oeste de Macapá e em áreas da Zona Norte que não são assistidas pela companhia.

A obra está orçada em R$ 140 milhões, oriundos da etapa 2 do PAC. Inicialmente, foram disponibilizados R$ 3,6 milhões para a execução do projeto executivo, que já está em andamento. “Já licitamos a empresa e até o fim do ano teremos esse projeto pronto, que passará pela análise da Caixa Econômica Federal. A partir da aprovação do projeto, será liberado o valor para que possamos licitar a empresa que ficará responsável pela execução da obra. Nossa expectativa é que esse processo inicie em 2019”, explicou Amanajás.

A previsão da Caesa é que até no ano de 2021, a cobertura de residências com água tratada aumente de 45% para 80% apenas na capital.

A estudante Dayane Aguiar mora no bairro Infraero 2 e disse que é importante que o serviço chegue aos moradores de bairros distantes. “Para a gente que mora longe não é fácil viver sem água, mas fico feliz que ainda esse ano a gente vai ter uma melhoria aqui no bairro com essas obras prontas. Uma água bem tratada é essencial para nossa saúde, principalmente das crianças”.

Santana

Para o segundo maior município do Estado, também há projetos a serem executados em 2018. Um deles é a construção de um poço de grande profundidade para ser ligado ao sistema do bairro Fonte Nova. Essa obra possibilitará a melhoria do serviço neste bairro, no bairro Paraíso e em parte do Centro da cidade.

A obra está em fase de planejamento junto à diretoria técnica da Caesa e tem prazo previsto para ser executado no segundo semestre de 2018.

A Caesa finalizou o projeto que prevê a construção de um sistema de abastecimento de água no bairro do Ambrósio, que vai atender parte da área portuária. O projeto está orçado em R$ 3 milhões e o governo está na busca deste recurso para iniciar a obra.

Foi garantido também em 2018, R$ 1,6 milhão para a construção de um sistema de abastecimento de água no distrito de Anauerapucu, pertencente ao município. A obra deve iniciar no segundo semestre.

Demais municípios

A companhia tem buscado a cooperação técnica com as prefeituras e, também, com a Fundação Nacional de Saúde (Funasa) para dar assistência aos municípios na melhoria do fornecimento de água, tanto na área urbana quanto nas comunidades da área rural.

Esse trabalho está sendo realizado com as prefeituras de Oiapoque, Laranjal do Jari, Mazagão, Calçoene, Pedra Branca, Pracuúba e Ferreira Gomes.

Amapá