Acessibilidade: A+ A() A-

 Notícias  Fique por dentro das novidades na CAESA

Estado controla a qualidade da água consumida por moradores atingidos pela cheia no Jari

Por: Cassio Albuquerque - 26/04/2018 - 09:09:01

O monitoramento da qualidade da água em Laranjal do Jari será feito com ajuda do laboratório móvel da Funasa

O monitoramento da qualidade da água em Laranjal do Jari será feito com ajuda do laboratório móvel da Funasa

Técnicos da Companhia de Água e Esgoto do Amapá (Caesa) com apoio da Fundação Nacional de Saúde (Funasa) atuarão no monitoramento da qualidade da água consumida pela população afetada pela enchente no município de Laranjal do Jari, a 265 quilômetros da capital, no Sul do Estado. Por meio de parceria, a Funasa forneceu um veículo equipado com laboratório de análise local para possibilitar o controle da água utilizada na região atingida.

De acordo com o diretor-presidente da Caesa, Valdinei Amanajás, o suporte às famílias também será feito através de acompanhamento da qualidade da água em áreas onde a tubulação da rede de distribuição foi afetada. A medida quer garantir que a água esteja potável ao consumo humano. “Através de parceria com a Funasa, nossos técnicos farão a coleta de amostras da água fornecida, para verificar alterações, permitindo o tratamento e evitando problemas de saúde a estas comunidades atingidas”, explicou Amanajás.

Na região, o sistema é composto por bombas que atendem, além do sistema geral da cidade, sistemas isolados que funcionam nos bairros Mirilândia e Prosperidade. Até que se normalize a situação, as famílias contam com água tratada, disponibilizada em caminhões-pipa, abastecidos pela companhia.

Em virtude da falta de hipoclorito de sódio no país, o Governo do Estado conseguiu com a Prefeitura de Santarém, no Estado do Pará, 2,5 mil unidades que devem chegar a Laranjal do Jari nesta sexta-feira, 20.

O Governo do Estado deslocou equipes do Corpo de Bombeiros Militar do Amapá (CBM/AP), Coordenadoria Estadual de Defesa Civil (Cedec) e secretarias de Inclusão e Mobilização (Sims) e de Educação (Seed), até o município para cumprimento do plano de ação conjunto com a prefeitura, em apoio às famílias atingidas.

Monitoramento

O aumento do nível do Rio Jari vem ocorrendo desde a última semana, provocando inundações em parte da área urbana e residências e prédios públicos de oito bairros. Até o momento a enchente deixou 18 famílias desabrigadas e 46 desalojadas. A situação levou a Prefeitura de Laranjal do Jari a decretar situação de emergência na última quarta-feira, 18.

Nesta quinta-feira, 19, o volume de água começou a baixar alcançando 2,20m até às 15h em função das chuvas que diminuíram na região e algumas famílias preferem continuar em suas residências. O Governo do Amapá segue com a distribuição de água potável e cadastramento das famílias que necessitam de apoio assistencial.

Em função do Decreto de Situação de Emergência no município, o Ministério da Saúde já encaminhou ao Estado, hipocloríto de sódio, o qual deve chegar ao Amapá, nos próximos dias e, em seguida será encaminhado a Laranjal do Jari.

Amapá